Skip to content

I’m Alive!!!

29/08/2011

Ando tendo vontade de fazer publicações e mais publicações à cá sobre tantas coisas que andam rodiando-me – desde fatos revolucionários que acontecem a poucas quadras de onde resido, até fatos que acontecem há milhas de distância. Vontades ultimamente as quais estão sendo deixadas de lado, cada vez mais e mais… E sei eu que essa ignorada para com meu desejo de expressar minha opinião à cá, não estás de meu agrado, o que conflita com tudo, afinal, a vontade e ignoratividade andam partindo de mim. Para nada! Porém, cansei!!! Esse canto sem publicidade alguma, sendo assim apenas minha fonte de escape diária, semanal, ou mesmo mensal, é necessária, e dela preciso. Eu poderia publicar todos os posts rascunhados e gravados por cá fazendo-os adivinhar o fim de minhas conclusões e desabafos sem lá tanto sentido, mas não me darei ao luxo de tamanha negligência para com meu filhote virtual. Barbaridades para mim é especial o suficiente para não sacaneá-lo com junção de palavras inconclusivas. Portando justifico tal ausência, mesmo com tentativas de presença abandonadas no meio da digitação, – e estou a torcer para que este chegue a seu fim – pela falta de tempo. Não exatamente falta de tempo. Mais precisamente falta de organização deste, pois sim! Falei tanto sobre organizar meu tempo, usufruir do meu Moleskine devidamente, pois não, de nada adianta. Porém, meros leitores, hoje sinto-me na obrigação de fazê-lo! Inicio mais um desafio, já consumado meses anteriores, mas a realidade deste anda se aproximando mais e mais, e o Projeto de Iniciação Científica tente a começar em 5, 4, 3, 2 e 1. São tantas informações. Tantos nomes. Tanta teoria. Tantos fatos. Conceitos. Palavras. Páginas. Citações. E preciso compreendê-los, já. Vim à cá, em meu escape, fugir um tantico de tal. Devo compreender o escrito por teóricos e reescrito por mestradores para iniciar meu adorável projeto!

Citado acima, és apenas um de meus afazeres mais potencialmente concretizados e à caminho da concretização no segundo semestre, o qual, meu bem, parece já estar a cruzar a linha de chegada, e eis que nem iniciaram-se as provas… Porém, ando com minha agenda, meu Moleskine, consideravelmente cheia. O inglês persiste, e ando vendo a necessidade de maior dedicação, não pela dificuldade de aprendizagem, porém, em prática, isso peca, peca muito, e preciso, preciso logo tê-lo merecidamente em um currículo e na ponta da língua, obviamente – inclusive para iniciar mais um completo saber de outra língua. Além desse afazer que me ocupa pouco semanalmente dizendo, tenho aléns. Malhei pela primeira vez há pouco mais de duas semanas atrás, e em um desses meros dias, encontrava-me com as nádegas doloridas com persistência de 2 dias pós malhação, devido ao excessivo esforço para torna-me popozuda definida, mas os não tão leigos afirmam essas dores iniciais serem normais e que seu término chegará com tanto que eu frequente no mínimo 3 vezes por semana o tal do lugar que só entrei 3 vezes em quase 3 semanas, o que vai totalmente contra as recomendações. Hei de adaptar-me. Culto ao corpo meus jovens, culto ao corpo! Como já mencionado à cá, tenho lá meu trabalho AIESECo, empresa na qual motivações começam a renascer e planos a surgir. Tenho ainda outro afazer o qual formalmente chama-se Badelírio, e que acredito estar em férias momentâneas deste. Para concluir, outro projeto surge, porém este dentro de sala de aula, e  limites e derivadas deliciosas perturbam minha não capacidade para com Cálculo, a qual, felizmente, foi superada no primeiro semestre, e passei livre de qualquer assombração de Cálculo 1 para o próximo ano. A vida vai bela, o ritmo vai especialmente gostoso, mesmo que achando que não tenho tempo para nada, tenho para tudo. Basta saber utilizá-lo, como muitos sábios, ou mesmo homens do tempo, já devem ter dito. E por fim, meus caros e meros leitores, hei de correr logo atrás de meu hobbie que desejo à todo instante, porém não muito faço para iniciar enfim. A tal da dança! Prometo-lhes, ou mais justamente dizendo, prometo-me fazê-lo brevemente. Preciso colocar minhas energias em passos, movimentos, ritmos, jogadas de cabelo e satisfação ao concluir com perfeita sintonia, aonde a sensação de liberdade instala-se a cada remexer de esqueleto…

                                                                                                                                                                                                                  Volto em breve…

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: