Skip to content

retratos de um 4 de outubro

07/10/2011

Aniversário para algumas pessoas é simplesmente a data em que nasceu sendo comemorada. Para outras, é algo um tanto quanto triste, afinal, estás a ficar mais velho e cremes não são tão miraculosos. Tem gente que gosta, mas gosta mesmo são dos presentes. Para mim… Ah, para mim aniversário é meu dia e de mais ninguém. Torno-me egocêntrica, devo admitir. Para mim eu preciso curtir cada segundo dele intensamente. Para mim, mesmo que alguns problemas estejam a me perturbar, após a meia-noite abstraiem-se nos sorrisos sem motivo que surgem na minha face. Para mim o que mais importa não é bolo, não são os presentes… Para mim o que mais importa são as pessoas, mas eu não vou te dizer que não precisava trazer presente, porque eu adoro.

Esse 4 de outubro foi especial. Todos meus 4 de outubros passados o foram. Porém este, ah, este foi único. Prometi para mim mesma e à meu moleskine que registraria em fotografia cada passo que eu fosse dar. Ou menos utopicamente, cada momento do meu dia. Desda meia-noite.  Assim o fiz!

Soaram os quatro zeros no relógio. Três toques na porta do quarto me trouxeram o primeiro abraço de feliz aniversário do meu dia. Era minha irmã. Levantei-me surpresa e contente. Abracei-lhe e ganhei o presente. Quem diria o que seria, era o sapato do outro dia, que amanhã eu compraria. Mocassim, sim sim!

Sorrio novamente, provo o presente, como se contato até então tivesse sido inexistente. Leio o bilhete, abraço-lhe novamente. Sexy grita e arriba, logo ganho meu segundo parabéns do dia da outra moradora. Insisto na insônia. Persisto no sorriso. Imagino o dia que logo vinha. Passo a noite em claro esperando o lendário. Eram 5h e 50, passarinhos insistem. Olhos chegam ao céu, o limite.

O dia começa, felicidade se expressa. Me troco contente e usufruo do presente.

Aniversário faz-te inspirar-se em tudo, por tudo, com tudo, para tudo. Ao menos no meu caso. Desde o momento de seu banho, ao escolher uma roupa, usar um presente ganho no mesmo dia, ficar linda, sorrir e esperar que até desconhecidos parabenizem você. Fui presenteada pela UEM com uma prova de Direito. Fiz sorrindo. Logo mais um presente da minha adorável universidade veio com a ausência da professora das próximas duas aulas. Assim sendo, fomos terminar um trabalho. Fiz sorrindo. Sem aula, sem afazeres, eu e três amigas fomos caminhar por Maringá. Fiz alguns achados que parecem ter sido presente do destino. Brechó desconhecido e seis anéis!

 

RU no meu dia seria um descaso. MC Donald’s até que foi digno, e logo era hora de voltar para casa…

 

A comemoração foi planejada um tanto quanto de última hora. Morar sozinha me trouxe uma independência, e sabe-se lá, até mesmo um amadurecimento fazendo tudo acontecer por minha conta. Não existe Mamãe para ligar na padaria encomendar salgadinhos. Não existe Mamãe para bancar o bolo da padaria. Não existe Mamãe para ir na padaria buscar as guloseimas. Existe eu, minhas pernas e cartão de crédito. Consegui fazer tudo sair lindo e colorido, mesmo que de última hora. Correr no Condor, atravessar Colombo, correr no Pastel, trazer duas bandejas e dois refrigerantes com essa força que tenho. Chegar em casa no horário marcado sem nem ter me trocado. Os balões ficaram por ar das adiantadas. No fim, foi simples fazer esse aniversário ser adorável, especial e único. Devo lembrar que quebrou-se esse ano a lenda por mim admitida de que todo 4 de outubro traria água e armaria meu cabelo. Nada de chuva! E o bolo? O bom de ser universitário é que a simplicidade das coisas são mais interessantes e belas. Para que um bolo caro da padaria quando se tem amigas? Comemorar ao lado de pessoas relativamente novas na minha vida, porém hoje em dia, sem elas não sei que rumo levaria por aqui. No fim da noite eu percebi que o que fez esse aniversário ser tão gostoso, foram as pessoass. Apenas pessoas! E os retratos de um 4 de outubro prosseguiram no meu segundo Lar e terminaram no bar com a cerveja mais barata da Zona 7, o bairro que cerca minha UEM.

 

 

19 anos… Idade feia, ímpar, transitória, indecisa, medonha, preocupante, intrigante e linda! Parece que depois dos 18 anos as coisas vão ficando mais intensas. Você olha a vida, o mundo e o futuro em outra perspectiva. O tempo faz o papel de amadurecer uma pessoa e é incrível como a cada idade nova comemorada você se dá conta do quanto mudou. Se depois de meu ano vestibulídico eu acreditava ser a pessoa mais madura possível, hoje vejo que amadurecimentos são constantes, não que eu não soubesse, mas de repente as coisas se tornam mais palpáveis para você. A transição dos 18 para os 19 anos foram até então, os mais intensos que já vivi. Tudo aconteceu incrivelmente rápido e intensamente lindo! Agora nessa nova etapa eu já começo a sentir uma pressão maior sobre as responsabilidades do futuro que tanto desejo sobre mim. Essa pressão no fim, é deliciosa, mesmo que desafiadora. Apesar de ser complicado se dar conta de que está tudo passando muito rápido, afinal, praticamente não sou nem mais caloura – parece que foi ontem que chorei em frente a tela do computador olhando meu nome naquela lista de aprovados – a importância das coisas mudam com o tempo, as prioridades… Coisas novas surgem. A vida passa e de repente você fez 19, logo está se formando e entrando em um desespero para realizar tantos sonhos não concluídos. Mas vamos viver uma idade de cada vez e fazer os 20 anos tão belos quanto os já completos!

 … eu estou tão feliz!

 

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Daiana permalink
    08/10/2011 4:09 PM

    vc é brilhante.. não canso de dizer isso. Lindaa! te amo!

  2. 08/10/2011 3:32 PM

    Tudo bem que estou atrasada, maaaas… FELICIDADES! Me contagiei com sua alegria, com as fotos! Adorei as cores das fotos, o mocassim verde, o batom vermelho, tudo muito lindo! E concordo quando diz que 19 é uma idade indecisa, haha, eu sentia a mesma coisa. Mas apesar de ser número ímpar e tal, eu gostei dela, poderia ter parado e por lá, ficado. Enfim, que venham muitas festas, muitos anos, muitas alegrias. Beijo! :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: