Skip to content

Nem Santa. Nem Puta. Livre!

10/06/2012

Aconteceu hoje em Maringá a “Marcha das Vadias”! Já realizada em vários lugares,  esta marcha nasceu graças a um infeliz comentário de um certo policial em uma palestra realizada na universidade de Toronto, Canadá, sugerindo nesta que, para as estudantes evitarem o assédio sexual ou estupro, deveriam evitar vestir-se como “vadias”. A revolta das estudantes resultou em um protesto onde declaravam-se vadias, utilizando roupas íntimas ou mesmo sem estas, mostrando que nossas roupas e comportamentos não justificam qualquer tipo de agressão contra a mulher, surgindo assim o nome desse protesto: Marcha das Vadias!

O blog Marcha das Varias Mga mostra perfeitamente o motivo pelo qual esta causa foi abraçada por tantas mulheres no Brasil, um País onde somos governados por uma Mulher, e ocupa “o 7 º lugar em homicídio de mulheres; porque a cada 15 segundos uma mulher é agredida em algum canto do país; porque três a cada dez mulheres já foram agredidas; porque nos últimos 30 anos, mais de 91 mil mulheres foram assassinadas!“, e especialmente em Maringá, uma cidade conservadora que idealiza uma imagem de “cidade modelo”, o que não é! Constantemente casos de estupro e abuso sexual acontecem nessa bela cidade universitária, e muitos deles são calados, abafando o fato de que o machismo faz-se presente em todo e qualquer lugar. Quantas pessoas de Maringá estão cientes de um caso recente de estupro contra uma estudante na famosa Zona 7? Não me impressiona grande parte das pessoas desconhecerem, pois nada é dito nem feito, e quando é, é tratado com tamanha normalidade. Posso exemplificar por eu passar a ter conhecimento do caso absurdo de um homem que já fez 7 vítimas mulheres, apenas ao ler as informações que o blog passou, pois ninguém fala ou divulga coisa alguma! Fiquei realmente feliz por Maringá ter abraçado esta marcha, e como já anunciado na mesma, isso tudo não cessará hoje, dia 10 de junho. Serão realizadas outras atividades para que essa consciência comece a criar mais força na sociedade. As vadias de Maringá devem marchar, assim como todas as mulheres, para lutarmos pelos nossos direitos. Fim ao machismo, por favor!

Eu quero usar meu batom vermelho, e isso não é convite pra ninguém!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: