Skip to content

Por trás da lente

06/01/2013

Hoje eu vim falar sobre algo que estou perdidamente apaixonada!

Calma, não é história de amor! Hoje é sobre aquilo que está por trás da lente que registrou meu namorado bigodudo e que pegou a luminosidade certa, deu o foco perfeito e fez esses olhos azuis ainda mais vibrantes. Minha Canon T3 sem o i, de lente 18-55mm. Já comentei sobre ela no post do meu aniversário, porém gostaria de compartilhar como foi a escolha, o que levei em conta na hora de comprar, as dicas que recebi dos mais experientes, o que achei da câmera, a lição tirada depois da compra, enfim, quero quem sabe poder ajudar alguém que tenha interesse.

Eu não me dava conta de como era apaixonada por fotografia até comprar essa belezinha. Gostava, tentava improvisar na digital de 5ª, me deslumbrava com portfólios de fotos incríveis por aí, mas me faltava algo para apaixonar-se de vez e compreender melhor o que é fotografia, e que sei, ainda não devo saber nada, mas cismar em comprar uma câmera semi-profissional foi um bom começo. O próximo já é fazer aulas de Cinema e Fotografia. Tudo se encaminhando.

A vontade surgiu faz tempo, mas comecei a levar mais a sério quando o dinheiro estava prestes a cair na conta. Antes de comprar já fui atrás de pessoas próximas que entendiam da coisa para sanar todas as minhas leigas dúvidas. Primeiro pedi dicas a menina que estava fotografando um evento, e que já trabalha profissionalmente com isso, sobre qual câmera comprar para iniciar, levando em conta que eu me perdia nos botões das gigantescas quando me arriscava num clique aqui e outro ali, porém que fosse muito boa e fizesse fotos incríveis. Foi aí que recebi a primeira dica para começar minha escolha, uma Canon T3i. Logo que comecei a pesquisar mais, pedi ajuda a pessoa mais viciada em fotografia e nerd nas maiores especificações de todas elas que já conheci e comecei a entender melhor o significado dos antes indecifráveis números, sobre lentes e zoom, enfim, já fui me sentindo fotógrafa.

Por dica e orientação, fui comprar minha câmera no Paraguay, e aqui começa a parte racional da história. Fui decidida pela Canon T3i com lente 18-55mm. Entretanto, existe também a lente incrível 18-135mm, o que faz o zoom chegar ainda mais longe com a alma da perfeição e qualidade, mas já estava alegre e contente com a básica, até porque fugiria do meu orçamento. Chegando lá, entrando nas melhores e mais confiáveis lojas, eis que encontramos um ‘guia’ no meio da rua, que garantiu a qualidade de outra loja bem escondida e nos levou até lá. Aqui começa a parte inocente da história. Demos uma chance e fomos conferir. Chegando lá, o sonho de loja e consumo! O cara era fotógrafo profissional e fez questão de explicar tudo, sanando todas as minhas dúvidas. Foi aí que ele apresentou o preço da T3i, com as duas lentes magníficas, por um preço acessível. Pronta para levar, ele apresenta a T3 com lente 18-55mm, jurando o foco dela valer pelo das duas lentes, afirmando ser mais recente, muito mais profissional e por um preço menos acessível. E é nessa parte da história que inicia o capítulo burrice.

Eu estava ciente de que, independente das afirmações dele, queria minha T3i com as duas lentes. Porém, o pior aconteceu e o moço convenceu! Voltando para casa, começa a parte da história chamada ‘caindo na real’. Peguei a câmera e comecei a fotografar, e como era de se esperar, o zoom não valia pelas duas lentes. Chegando em casa, fui correndo no computador para verificar se ao menos a T3 era realmente melhor do que a T3i, e aqui começa a parte da história chamada raiva. Não, não era. E o pior, a T3 é quem deveria ter o preço mais acessível.

Quando a gente se dá conta que já era, resta fotografar. E aqui começa a parte apaixonada da história, perdidamente apaixonada. Apesar dos apesares, as diferenças entre ambas são mínimas, como exemplo a T3i tem tela móvel, porém isso é algo totalmente indiferente para mim. Quanto a lente, aquela de maior zoom ainda não fez-se necessária e encontro-me satisfeita. A câmera T3 é incrível, tira fotos lindas, grava vídeo e tem uma qualidade perfeita. Entretanto, após essa linda história de amor, aconselho quem estiver interessado em comprar uma câmera semi-profissional investir na Canon T3i 18-55mm. A não ser que esteja com o bolso bem aberto, deixe a 18-135mm chegar apenas quando começar a sentir necessidade de ir mais além, literalmente. Eu ainda não cheguei na crise dos 7 meses e nossa relação vai de vento em popa. Canon está aprovada. No fim até que foi uma história de amor!

Primeiros Olhares

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: