Skip to content

on the road

28/12/2013

Na estrada em família. Eu, Irmã, Pai e Mãe deixamos a praia para lá a fim de buscar algo novo e diferente. Estamos perambulando por Argentina, minha segunda vez por aqui, e em poucos dias dizendo “olá” pela primeira vez ao Chile.

Como meu pai repetiu muitas vezes “vamos ver a cada momento paisagens e lugares totalmente diferentes, sempre uma nova surpresa”. E como ele também alinhou expectativas, a vinda seria quase uma esteira sem fim, uma rua infinita, sem muitas novidades visuais ao redor e longa, longa, longa. Ele alinhou muito bem. Ontem e hoje foi basicamente só no carro. Recorremos a filmes, guia da Argentina aprendendo expressões e descobrindo lugares, livros e revistas, música, sono e comida, muita comida. Relembrei que o tédio faz o ser humano comer além do normal.

A primeira parada foi ontem em Resistência, mas apenas para dormir. Ficamos no ‘Hotal Gran Royal’, limpinho, simples e com café da manhã. Não sei por que, mas lá em todo momento me vinha na cabeça o filme Psicose – desde o cara que levou nossas malas no quarto e seu sorriso estranho até o chuveiro/banheira à lá cena mais famosa de filme de terror de todos os tempos.

Os primeiros 700 km me fizeram perceber algumas coisas que não percebi na primeira viagem de ônibus que fiz para Buenos Aires. Na estrada durante a noite só dava animal no meio da rodovia, inclusive mil sapos pulando de um lado para outro. No fim isso até foi um entretenimento. A polícia é bem rígida por aqui, coisa que não estou tão acostumada no Brasil. Param muito os carros, mas muito mesmo, e em pouco espaço de tempo e distância. Cinto é obrigação máxima na estrada e nas cidades, inclusive nos bancos traseiros (sim, em todo lugar é obrigatório eu sei, mas aqui realmente olham e cobram por isso rigidamente). Além disso, tem-se um respeito enorme quanto aos limites de velocidade. Muito difícil ver carros ultrapassarem em rodovias.

IMG_0384

Gasolina nos pareceu uma preciosidade. Ficamos cerca de 40 minutos em uma fila enorme de carros para abastecer no único posto que tinha o combustível – o qual havia acabado de chegar por lá. E isso se repetiu hoje (mesmo dentro da cidade), quando acordamos cedo, tomamos café da manhã no hotel com o croissant que se vê em todo lugar (parece ser o pão deles) e doce de leite, claro, e seguimos para Salta com cerca de 900 km a serem enfrentados dentro do carro. O posto de gasolina aconselhado para abastecer é YPF e estamos levando essa dica para a prática quando nos há possibilidade. Leia-se sempre, pois tem em todo lugar.

Rumo Salta diante dos longos e intermináveis quilômetros a estrada trouxe muitas surpresas. Ontem rimos dos sapinhos, mas hoje isso foi superado. Vimos um fenômeno da natureza ou desenho animado na vida real. Um redemoinho ou Taz Mania se divertindo (o flagra fotográfico acima não ajuda muito, mas vendo de perto foi bem mais sinistro), cabras, bois e patos. E quanto mais perto chegávamos de Salta, mais era possível ver de longe as belas montanhas.

Chegando em  Salta, a vista da cidade lá de cima me encantou. Árvores lindas e altas, ruas branquinhas sem a terra vermelha brasileira e muito verde entre as casas. As partes de construções antigas lembram muito Curitiba. Viemos direto para o Hostel reservado, o ‘Salta por Siempre’, que já permanece como indicação. O ambiente é muito agradável e lindo, além dos funcionários serem muito atenciosos e simpáticos. Além disso, perto dele tem muitos outros Hostels, opções para todos os gostos e bolsos. Como chegamos no fim da tarde, experimentamos a Cerveza Salta, bem gostosa por sinal, mesmo que um pouco quente, tomamos um banho e fomos conhecer a famosa praça ‘Nueve de Julio’ e jantar por lá. A coisa mais inusitada que vi foram apresentações de danças dentro do MC Donalds. Inesperado, eu diria.

Agora é hora de descansar desses dois longos dias, pois belas paisagens nos esperam…

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Dorli permalink
    30/12/2013 12:23 PM

    Escreve sempre….estou vivendo esta avventura com voces. Beijos familia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: