Skip to content

like a dream

15/01/2014

À caminho do aeroporto, quando comecei a pensar no que estava prestes a acontecer, só uma coisa me passava pela cabeça. “Amanhã eu vou estar na África!”. Nem imaginei que viria a ser depois de amanhã.

Tudo começou desde conselhos de Tias, Vovó, Pai, Mãe, Irmã, e esta primeira fase já foi se encerrando com o abraço apertado no aeroporto. Vendo eles acenarem pelo vidro. E dar um tchau, mesmo sabendo que seria invisível aos olhos, por uma das inúmeras e pequenas janelinhas do avião. Cerca de uma hora e meia e já estávamos em São Paulo prontas para enfrentar um dia no aeroporto. Para suprir o tédio, chegamos até mesmo a fazer listinha de coisas a se fazer por lá, com horários definidos. Coisa de administradoras. No início da noite, era hora de embarcar para Paris. Viajar assistindo Friends tem preço, mas vale muito a pena. Airfrance superou minhas expectativas de leiga viajante, especialmente pela tamanha simpatia de cada um, o que seguiu-se para o pouso e estadia em Paris. Sim, em Paris. Para azar e sorte ao mesmo tempo, nosso avião atrasou e não chegamos a tempo de embarcar para Tunis. Se por um segundo surgiu um desespero, no segundo seguinte surgiu um brilho nos olhos. Paris estava em nossos pés! Tendo como única solução embarcar no dia seguinte, tivemos um dia todo, com tudo pago, na cidade mais romântica que já se teve notícias, trazendo à tona uma certa crença no destino que tenho às vezes. Afinal, eu e a Fer tentamos planejar uma parada em Paris por 2 dias antes de ir para a Tunísia, mas decidimos adiar esse sonho na compra da passagem. Mal sabíamos o que nos esperava. Foi extremamente tranquilo entrar em Paris. Os policiais e imigração foram pura simpatia. Assim como todo mundo que pedíamos informação. Assim como o nosso eterno amigo Pink Bus. Assim como a moça do restaurante que só falava Francês e deu seu jeito de nos ajudar.

IMG_8916

Como chegamos ao meio dia e tivemos que resolver as questões da passagem e estadia,  uma tarde apenas nos limitou um pouco, por isso resolvemos priorizar nossa tão desejada visita a Torre Eiffel. Eu me impressionei em como conseguimos nos localizar e resolver tudo tão bem. Desde o aeroporto que mais parece uma cidade por sua imensidão, e quando digo isso pode exagerar ao imaginar, até nos encontrarmos no metrô, nas trocas de linhas de trem e por aí se acompanham inúmeros pedidos de informações. E foi ao subir as escadas saindo do metrô que de pouco em pouco a Torre Eiffel surgia aos nossos olhos. E a emoção por toda parte.

IMG_8935

Fomos chegando perto, e mais perto, e mais perto. E ela se tornava cada vez maior e mais iluminada. É algo maravilhoso de se ver. Encantador. Eu realmente não imaginava que assim seria. E sentadinhas apreciando aquilo, foi quando começaram a piscar várias luzes. Foi um coral de vozes gringas ao mesmo tempo soando um “Uau” que se entende em qualquer idioma.

IMG_8961

IMG_8972

IMG_8974

IMG_8975

O frio lutou com a vontade de conhecer mais. Porém resolvemos não arriscar, afinal mesmo não sendo tão tarde, às 17h o Sol já parte, assim voltamos para o Hostel. 03h30 da madrugada era hora de acordar, tomar café e ir ao aeroporto, mesmo que para partir às 07h.

IMG_8982

Há males que vem para o bem. Sorte. Oportunidade. Destino. Seja o que for. Eu vou me conter em resumir com meu estado de espírito. Maravilhada!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: