Skip to content

Medianeras de Buenos Aires

11/11/2014

medianeras_reprod-e1354197864637

O cenário é Buenos Aires, a língua espanhola. A história transparece a mais pura realidade que ninguém deixa transparecer. O amor não é clichê e só acontece no fim. O olhar para os detalhes de uma cidade, na visão de uma arquiteta e de alguém que não entende nada disso, fazem pensar, refletir e te prendem. Você se identifica e depois disso só deseja encontrar um Wally para chamar de seu. Bom, essas são as minhas conclusões após assistir Medianeras. Fazia um bom tempo que um filme não me surpreendia tanto.

Buenos Aires na Era do Amor Digital, originalmente conhecido como Medianeras, é o típico filme que no início causa um pouco de estranheza e logo te prende sem você nem perceber. Não que eu seja uma cineasta especialista, mas como boa amante de cinema, é impossível não perceber em como esse filme não peca em momento algum, seja na perfeita fotografia, edição ou ângulos das cenas, seja pela conexão e ideia da história – nada usual – do início ao fim, e trazendo simplicidade que de forma alguma poderia ser encarada como algo negativo.

Em meio a encontros e desencontros, alegrias e tristezas, tensões e suavidade, referências para lá de encantadoras, desde Wally, Woddy Allen e por aí vai, além de me sentir conectada de alguma forma com os personagens, facilmente me apaixonei pelo filme sem nem mesmo chegar ao fim.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: