Skip to content

“Mais um caso”

14/09/2015

Há poucos minutos soube que nesse fim de semana mais uma garota foi vítima do que todas temem. Na frente da sua universidade. Poucas quadras longe de casa.

Não ouvi grito algum, mas cada vez que ouço “mais um caso”, eu me coloco no lugar dessas garotas anônimas, e a mistura dos meus sentimentos são raiva, nojo, dor e impotência.

Eu fico me perguntando constantemente a que ponto chegamos. Como é ilusório acreditar que somos livres. Como é ilusório achar que somos protegidas, que existe alguma segurança a nossa volta.

Um deles foi preso semana passada.

Após o rosto ir a público, só se ouvia “mais um caso”. Mais garotas reconheceram o agressor. Filho de Pastor. Que ironia.

Pode ser qualquer um.

Nunca ouvi o grito delas. O choro. Mas basta ouvir “mais um caso” que a mistura de sentimentos volta e chega a dar enjoo.

“Mais um caso” virou até piada.

São homens que não entenderam nada. Eles gritam aos 4 cantos do Jardim Universitário “mais um caso de estupro, mais um caso”, seguido de risada.

Os policiais só falaram até o momento. Alertaram que toda semana é “mais um caso”. Só não parece que estão procurando tirar o mais do noticiário.

A Prefeitura falou que a responsabilidade não é sua. Já tirou o seu da reta.

De quem é ela então?

Quantas vezes mais vamos ouvir “mais um caso” e nos privarmos de sair sem carro?

Quantos mais serão os casos que precisam acontecer para que algo seja feito?

“Mais um caso” não se trata de números.

“Mais um caso” é mais uma vítima. Mais um trauma. Mais um choro calado. Mais um grito silenciado.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: